abril 21, 2011

"Foi mais que uma surpresa: foi um choque. Encontrar alguém falando que escrever é, acima de tudo, um ato de coragem. Coragem de se expor, de se arriscar, de olhar dentro de nós mesmos e descobrir o outro, e (dizer) que não existimos sem essa relação.
Escrever é uma forma de falar aquilo que não pode ser dito. É mostrar aquilo que muitas vezes não queremos em nós mesmos e dar para o leitor como um presente feio e sujo, alguma coisa que entregamos sem esperar nada em troca. Escrever é não deixar que o peso caia sobre as nossas costas, porque o verdadeiro escritor é aquele que usa as palavras pra se denunciar, e denunciar o que o leitor nunca teria coragem de falar."

Do filme: 'Bruna Surfistinha,
o doce veneno do escorpião'.

Um comentário:

@JessicaSlaaves ϟ disse...

Raquel Pacheco, muito mais que um trabalho badalado nas críticas.