abril 07, 2011

watch!

Sabe, tem algumas vezes na vida - e não são muitas, portanto mantenha-se atento - em que você sente, por aquela pequena fração de tempo, que tudo funcionou, finalmente. Que não importa quantas cicatrizes você teve que esperar cicatrizar, quantas barreiras você teve que escalar - mesmo quando as mãos já estavam sangrando de tanto esforço -, quantas vezes te disseram que aquilo não era o certo, ou que não valia a pena, ou que você não era suficiente, ou quantas vezes te trataram como alguém insuficiente, você conseguiu superar, você teve força suficiente pra aquilo, você foi capaz de chegar lá.
Todo mundo fala em sonho, em sonhar, na beleza que isso tem, e eu acho isso muito bonito - mesmo. Mas se você for covarde, ou aceitar que é fraco, ou não souber o que você realmente é e o que realmente quer, falar em sonhos não vai ser bonito, vai ser estúpido. Sonho é bonito pra quem tem coragem. Sonhar ficou pra quem não tem medo de se machucar, porque não tem como não se machucar, não tem como não sangrar, ou não chorar, ou não pensar em desistir. O que diferencia alguém que conseguiu de alguém que não conseguiu é a força que o primeiro teve de não parar quando a vida disse: pare. Ela vai dizer, isso é fato. Mas não pare não, porque aquelas vezes na vida - aquelas de que eu te falei, - você só vai sentir elas se enfrentar. E quando enfrentar, você vai ver... Valeu a pena. VALEU-A-PENA!
V. Rodrigues

2 comentários:

Thamile disse...

perfeito!*-*

Valéria Rodrigues disse...

Brigada querida.
Sinta-se em casa. :)