julho 07, 2011

Sobre o melhor filme que eu já assisti.

"Eu não sei se cada um de nós tem um destino, ou se nós estamos todos voando acidentalmente por aí como uma brisa, mas eu, eu penso que talvez sejam os dois. Talvez os dois estejam acontecendo ao mesmo tempo. Eu sinto sua falta, Jenny. E se houver qualquer coisa que você precise, eu não estarei longe de você." 




O filme é Forrest Gump: O Contador de Histórias, e na verdade essa cena se passa com ela enterrada embaixo da "árvore deles", como diz Forrest. Postei porque assumo que esse é o filme mais incrível que eu já assisti em toda a minha vida. Uma mistura de tanto sentimento bonito: ingenuidade, amor, alegria, simplicidade, felicidade, cumplicidade... Tanta coisa junta em um só lugar, que me deu vontade de sorrir da primeira à ultima cena. E confesso que derramei algumas lágrimas também. Principalmente com o "Eu até posso não ser muito esperto, mas eu sei o que é amor". De uma sinceridade tão complexa que chega a ser encantadora, só posso dizer que... que meu dia se tornou melhor por ter assistido ele. E é isso que vale no fim das contas, não é? Indico, e não só indico, recomendo.

Abraço sincero,
Valéria Rodrigues.

2 comentários:

Ruann Duarte disse...

Eu, nunca tinha para pra ler seu blog. Me arrependo. Ele é tão incrível quanto quem o escreve!

Pablo Vinícius de Oliveira disse...

Muito Obrigado pela indicação do filme. Acho que chorei junto com você. Abraços apertados.