abril 16, 2011

de solidão.

“Eu sempre digo que eu posso ter uma solidão medonha, mas sempre vai haver um vasinho de flores num canto. A gente pode enfeitar a amargura."

Nenhum comentário: